PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

"Espírito Santo liberta do pecado e leva-nos ao reino da luz e do amor"

151220-francis-angelus-1113_fb067301c34211d4e9b93b362170d41b.nbcnews-fp-1200-800






















Domingo, 10 de janeiro, Festa do Batismo do Senhor: Angelus com o Papa Francisco na Praça de S. Pedro. O Santo Padre afirmou que seguir Jesus comporta a mansidão, a humildade e a ternura.

Na sua mensagem antes da oração o Papa convidou os fiéis a fazerem memória do seu Batismo e referiu-se ao Evangelho do dia em que S. Lucas nos revela que Jesus quando foi batizado nas águas do rio Jordão “o céu abriu-se e desceu sobre Ele o Espírito Santo em forma corpórea, como uma pomba” e uma voz veio do céu que afirmou: “Este é o meu Filho muito amado”.

O Espírito Santo é o artífice principal do batismo cristão – referiu o Papa – é aquele que “queima e destrói o pecado original, restituindo ao batizado a beleza da graça divina”.

“…é Aquele que nos liberta do domínio das trevas, ou seja, do pecado e nos transfere no reino da luz, ou seja, do amor, da verdade e da paz. Pensemos a que dignidade nos eleva o Batismo!”

E seguir Jesus, como Filhos de Deus, comporta uma determinada responsabilidade que se reproduz em “mansidão, humildade e ternura”:

“… mansidão, humildade e ternura. E isto não é fácil, especialmente, se à nossa volta há tanta intolerância, soberba, dureza. Mas com a força que nos vem do Espírito Santo é possível!”

Após a oração do Angelus o Papa Francisco pediu aos fiéis presentes na Praça para descobrirem e saberem o dia do seu batismo, pois, disse o Santo Padre, é um dia muito importante, o dia em que renascemos para Deus. Francisco disse mesmo que era um trabalho de casa para realizar nesta semana.
Nas saudações referência especial do Papa às crianças batizadas na manhã deste domingo na Capela Sistina, mas também a todos os que foram batizados recentemente e aos jovens e adultos que receberam nos últimos tempos os sacramentos da iniciação cristã.

Como habitualmente, o Santo Padre a todos desejou um bom domingo e um bom almoço e pediu para não se esquecerem de rezar por ele.

Fonte: Rádio Vaticano