PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Um dia muito solene para a Província da Imaculada


Frei Augusto Luiz Gabriel  e Moacir Beggo

Um dia pleno de simbolismos neste 8 de dezembro de 2015, solenidade da Imaculada Conceição de Maria. Para os franciscanos, a festa é dupla porque Maria Imaculada é Padroeira da Ordem Franciscana e desta Província. Não bastasse isso, hoje, o tom solene subiu ainda mais na Fraternidade Franciscana São Boaventura, em Rondinha, por ocasião da celebração dos Jubileus de Vida Religiosa e Sacerdotal da Província, exatamente no dia em que o Papa Francisco declarou aberto o Ano Santo da Misericórdia.

A festa foi completa porque um dos confrades mais queridos e um dos mais idosos da Província, Dom Paulo Evaristo Arns - que completou 94 anos em agosto último - celebrou os seus jubileus de 75 anos de vida religiosa e 70 anos de vida sacerdotal marcando presença em Rondinha.

O Ministro Provincial Frei Fidêncio Vanboemmel presidiu a celebração às 10 horas, encerrando o encontro dos frades jubilandos em 2015, tanto de vida religiosa como de vida sacerdotal. A celebração também marcou a renovação de votos dos frades de profissão temporária do tempo de Filosofia. "E hoje neste dia solene, a nossa Província aqui se reúne para agradecer. Agradecer a Deus e a sua Mãe santíssima pela vida religiosa e sacerdotal dos nossos irmãos", adiantou Frei Fidêncio.

O Ministro Provincial exortou os jovens frades a se motivarem vendo os testemunhos dos jubilandos. "Esses jubileus são uma provocação para a nossa juventude franciscana. Que este momento seja uma injeção de ânimo para continuarem firmes, alegres e joviais no seguimento de Jesus Cristo como São Francisco de Assis", observou Frei Fidêncio, que também presidiu as Laudes, rezando em sintonia com o Papa Francisco na abertura do Ano Santo. Depois de ler alguns trechos da bula Misericordiae Vultus (O Rosto da Misericórdia), Frei Fidêncio convidou os três frades de profissão temporária - Frei Jhones Lucas Martins, Frei Jefferson Max Nunes Maciel e Frei Junior Mendes - e que farão, no próximo ano, a experiência missionária em Angola, para que, num ato simbólico, abrissem a porta da Capela da Fraternidade de Rondinha e levassem ao continente africano este rosto da misericórdia.

"Creio que cada confrade nesta manhã, ao renovar a sua profissão, e aos jovens, que também vão renovar os votos, cada um vai dizer: 'faça-se em mim segunda a tua Palavra!'. É isso que nós queremos fazer neste momento. Vamos renovar nossos compromissos para podermos ser também respostas de Deus aos homens e mulheres de nosso tempo", convidou o Ministro Provincial.

JUBILEU DE VIDA RELIGIOSA FRANCISCANA

Em seguida, Frei Fidêncio convidou os frades a se aproximarem de Dom Paulo para renovarem, juntos, a suas promessas de vida religiosa franciscana.

Dom Paulo Evaristo Arns, então, surpreendeu a todos ao fazer o seguinte relato: “De hora em diante, posso pedir a meu irmão e a ti Padre Provincial que me permita pôr a imagem de meus irmãos ao lado de meu Pai São Francisco, porque todos eles estão aqui com simplicidade para dizer a mesma coisa que eu digo: perdão e misericórdia, vida eterna, depois de uma vida passada nesta terra em favor da Igreja e da humanidade. Setenta e quatro anos não são nenhum um minuto diante da presença de Deus, mas são vidas, alegrias e também decepções. Eu posso dizer aos meus irmãos que, na cidade universal de Paris, um padre superior chegou a me dizer: Frei Paulo, hoje às 3 horas, você estará expulso da Ordem Franciscana. Quando o provincial disse isso em público, soprando, fui atrás dele e disse: 'Padre Provincial, perdão por todos os erros, mas peço que me deixe na Ordem Franciscana. E o Padre Provincial de Paris respondeu: “Podes voltar ao Brasil e dizer a todos os franciscanos que um cardeal foi expulso e readmitido à Ordem por ter pedido perdão. Desde aquele momento, Deus cuidou de mim, como um frade franciscano. São Francisco está aqui em cada um de vocês. Eu queria que tudo o que eu fizesse fosse sempre a oração de São Francisco: Altíssimo, onipotente, grande e bom Senhor, a ti todo o louvor. E agora, neste momento, eu vejo que o Provincial de minha Província veio oferecer a Santa Missa em Ação de Graças por causa de nossos jubileus. Então, não só o Altíssimo Onipotente e Grande e bom Senhor é repetido por São Francisco, mas é repetido pela Província da Imaculada Conceição do Brasil, a qual todos nós pertenceremos até a vida eterna. E hoje eu vejo o meu Provincial me dizer 'você ainda é frade menor, você é franciscano, você é nosso!' Ser seu e poder dizer 'vocês estão dentro de mim' é a maior alegria da terra. E que Deus torne realidade aquilo que a nossa fé, a nossa esperança e a nossa caridade nos ditam todos os dias. Amém?”

A assembleia respondeu 'amém' com uma forte salva de palmas...

JUBILEU DE VIDA SACERDOTAL

Inebriados por este lindo momento, foi a vez dos jubilandos de vida sacerdotal, louvarem e bendizerem a Deus pelos anos de sacerdócio. Novamente Frei Fidêncio, convidou os frades a se aproximarem de Dom Paulo e, na disposição e fidelidade de entrega, propôs aos jubilandos que renovassem o seu compromisso sacerdotal. Frei Fidêncio desejou que o compromisso que os frades renovaram fosse impulsionador para os momentos difíceis e motivador nos momentos de alegria. “Que vocês possam encher a terra com o Evangelho do Senhor” desejou o Ministro Provincial.

RENOVAÇÃO DOS VOTOS

Logo em seguida, os frades de Profissão Temporária foram chamados pelo nome e pelo mestre Frei Fábio César Gomes, a fim de que se aproximarem do altar para que pudessem, mais uma vez, começar tudo de novo, renovando os votos de pobreza, obediência e castidade. Renovaram seus votos: Frei Alan Leal de Mattos, Frei Jefferson Max Nunes Maciel, Jhones Lucas Martins, Frei Josemberg Cardozo Aranha, Frei Junior Mendes, Frei Gabriel Dellandrea, Frei Hugo Câmara dos Santos, Frei Marcos Schwengber, Frei Zilmar Augusto Moreira de Oliveira, Frei Angelo Fernandes Baratella, Frei Augusto Luiz Gabriel, Frei David Belinelli, Frei Douglas da Silva, Frei Erick de Araujo Lazaro, Frei Heberti Senra Inácio, Frei Raoni Freitas Da Silva e Frei Samuel Santos Soares.

O ENCONTRO

O Encontro dos Frades que celebram jubileus de vida religiosa e sacerdotal começou na segunda-feira à tarde, com uma partilha de vida e depois com as Vésperas Solenes da Imaculada. No final do dia, reunidos em fraternidade, rezou-se o Ofício Solene da Imaculada Conceição. Após a leitura escolhida especialmente para este dia, Frei Fidêncio partilhou com os presentes uma pequena reflexão. Disse que via nos confrades, tendo presente a história de cada um, a imagem de um Girassol. “Estamos aqui, diante da mãe de Deus, como um belo girassol a brilhar, e por isso nós queremos renovar o nosso compromisso sacerdotal, de vida religiosa e renovar também a profissão temporária. Que possamos, sim, meus confrades, como Fraternidade Provincial, sermos um girassol a apontar, a indicar ao mundo de hoje o sol maior”, exortou.

Fonte: Franciscanos Rondinha