PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Frei Sérgio Silas celebra a Primeira Missa


Frei Clauzemir Makximovitz

Tingida com as cores do hábito franciscano e com a saudação franciscana de Paz e Bem na “ponta da língua”, a cidade de São Bernardo do Campo foi o local da ação de Deus e de sua graça, especialmente neste domingo, 5 de julho de 2015. Na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima, Frei Sérgio Silas Dasmasceno, ordenado no sábado presbítero da Igreja, celebrou suas primícias. Durante o processo todo de discernimento ao chamado de Deus em sua vida, a Eucaristia é fonte inestimável e irrenunciável. Agora, pela primeira vez, é Frei Sérgio Silas quem preside o Sacramento da Eucaristia. E essa celebração foi literalmente, em ação de graças.

Na procissão de entrada, todos tomavam seus lugares em meio a uma assembleia feliz que comparecia para celebrar sua vida e sua missão na vocação de Frei Sérgio Silas. Famílias e pessoas da comunidade que receberam as visitas missionárias, que rezaram ao longo da semana pelo então futuro novo presbítero e por todas as vocações, se viam agora participando da alegria esperada com tanto empenho.

No início da missa, o pequeno Pedrinho, revestido com os trajes do hábito franciscana, declarava para todos, ao ser perguntado por Frei Diego, que ele queria ser “padre, coroinha e papa”! Sua alegria e felicidade inocentes e puras eram talvez a melhor imagem desse povo que sentia justificado em sua fé, em sua oração pelas vocações, e com tanta esperança depositada agora no trabalho e missão de Frei Sérgio Silas e de todos os ministros do Reino do Céus.

Frei Sérgio conduziu com segurança e devoção toda celebração, acompanhado atentamente por todos os seus amigos, parentes, confrades e povo que participava da celebração.


Frei César Külkamp, formador presente em boa parte do tempo de formação de Frei Sérgio Silas, foi convidado a fazer a homilia de sua primeira missa, como é costume entre os frades. Ressaltou a caminhada vocacional de Frei Sérgio, desde o despertar do primeiro chamado à caminhada na Província e na Ordem Franciscana. Sobre a liturgia da Palavra, ressaltou o Evangelho, que dizia que nenhum profeta é bem recebido em sua própria terra, e lembrou da estranheza que deve ter causado a todos que conheciam as “peripécias” do jovem Sérgio Silas quando este decidiu aproximar-se da Igreja e buscar a vida franciscana. Mas, como diz o lema escolhido, “Não fostes vós que me escolhestes, mas eu que vos escolhi”, o chamado de Deus vem para o serviço, bem na dinâmica do sacerdócio franciscano, tão ressaltado por Frei Sérgio e pelo Bispo, Dom Nelson, na ordenação, no dia anterior.

Após a celebração eucarística um almoço foi oferecido pela paróquia aos familiares, confrades e todos que vieram de fora para a celebração.

“Caro Frei Silas, Deus está contigo! Anime-se e não se dispense da missão de ser um sinal e símbolo da presença de Deus… Que o mundo de hoje receba a profecia da Boa Nova através de ministros do Evangelho que irradiem a alegria de Cristo. Ser sacerdote é, sobretudo, abrir-se aos outros como irmão! E ser irmão é a grande contribuição do nosso carisma franciscano para o mundo de hoje” (conclusão da homilia de Frei César).

Fonte: Franciscanos