PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

quinta-feira, 26 de março de 2015

Frei Douglas é ordenado diácono em Concórdia


Por João Manoel Zechinatto

Concórdia (SC) – Na véspera da solenidade da Anunciação do Senhor foi conferida a Frei Douglas Paulo Machado, por imposição das mãos de Dom Frei Mário Marquez, OFMCap, Bispo da Diocese de Joaçaba, a sagrada Ordem do diaconato. A celebração, que teve início às 19 horas, foi realizada na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, em Concórdia, no Oeste Catarinense. Representando o Ministro Provincial, Frei Fidêncio Vanboemmel, o Definidor Frei Evandro Balestrin, que é também pároco e guardião da Fraternidade local, acolheu os confrades e sacerdotes presentes, em particular, o pároco da Paróquia de origem de Frei Douglas, Pe. Kelvin B. Konz, e vários amigos e familiares que vieram de São José (SC) para participar desta solene celebração.

A Igreja Matriz de Concórdia ficou cheia para celebrar esse momento tão especial da Província Franciscana da Imaculada Conceição, que acolhe esse novo diácono. O ordenando, que terminou os estudos da Teologia no final do ano passado, veio em sua primeira transferência para Concórdia, há menos de três meses.

Frei Douglas teve ao seu lado sua mãe, Dilma Machado, que permaneceu com o filho até a liturgia da Palavra, quando iniciou-se o rito de ordenação. Padre Kelvin, que fez às vezes do diácono, o chamou para ser apresentado diante do Bispo. Frei Evandro testemunhou em seu favor, lembrando o parecer dos formadores e das comunidades onde ele fez seus estágios pastorais.




Partindo do Evangelho da Anunciação, Dom Mário recordou a todos os presentes o sentido do anúncio do anjo como o olhar da graça de Deus que recobre a todos. O sim que Maria deu nada mais é do que se recobrir da graça que faz maravilhas. Ao se dirigir a Frei Douglas, o bispo destacou que o sim da vocação deve ser como o da Virgem Maria, sempre disponível ao serviço. O diácono enquanto servidor é sinal expressivo da missão evangélica tal qual na frase que resume nossa missão e vocação: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a vossa palavra!” E encerrou sua homilia ressaltando o sentido profundo do lema de ordenação que Frei Douglas escolheu: “Eis que venho fazer com prazer, a vossa vontade, Senhor!” Há sempre muitas coisas a serem feitas na missão do Reino, mas só as faz com prazer aquele que compreende o desígnio maior que o próprio Altíssimo lhe comunica através de seu Espírito.

Após a homilia, o rito continuou com o propósito do eleito. Em seguida, foi cantada a Ladainha de todos os Santos, quando Frei Douglas prostrou-se, em sinal de sua entrega total a Deus. Veio, então, o momento central da Ordenação com a imposição das mãos e a Prece de Ordenação. Em seguida, a vestição com a Dalmática e a estola; e a entrega do Evangeliário. Frei Douglas recebeu em seguida os cumprimentos de Dom Mário, dos confrades e sacerdotes e, por último, deu o abraço a sua mãe.

No final da celebração, Frei Douglas agradeceu a todos que contribuíram para sua formação religiosa franciscana, em especial à Província Franciscana da Imaculada Conceição, que o acolheu em todos esses anos de estudos e formação. Por fim, agradeceu a todos que ajudaram e colaboraram para o bom andamento da celebração.