PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Vaticano dá ‘sinal verde’ para a causa de Frei Bruno

Moacir Beggo

São Paulo (SP) - As preces de milhares de devotos, amigos, confrades e admiradores de Frei Fruno Linden foram atendidas. O bispo da Diocese de Joaçaba (SC), D. Mário Marquez, OFMCap, informou ao governo provincial da Província Franciscana da Imaculada Conceição que recebeu o edital concedendo o “Nihil obstat” (nada obsta) para dar continuidade à causa de Frei Fruno Linden. O documento datado do dia 7 de maio de 2013 e assinado pelo Cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, decreta não existir impedimento para a continuação do processo de beatificação do frade franciscano.
Joaçaba (SC) – Confiança, alegria e esperança. Diria que essas três palavras marcaram a abertura do processo de beatificação do Servo de Deus Frei Bruno Linden, nesta quarta-feira (30 de outubro), às 15 horas, no Salão Paroquial da Catedral Santa Terezinha de Joaçaba. Mesmo sendo um ato cheio de formalidades, as pessoas envolvidas neste serviço voluntário pela causa de Frei Bruno estavam felizes.

E ninguém melhor do que o bispo diocesano D. Mário Marquez resumiu este acontecimento: “Creio que estamos num momento histórico importantíssimo para a Igreja particular de Joaçaba, e também para os Frades Menores da Província de Frei Bruno. Nossa Igreja está em festa com os franciscanos por dar início oficialmente, nesta data, à causa de Frei Bruno”.

Com esse “sinal verde” da Santa Sé, a partir de agora D. Mario Marquez assume o processo diocesano da causa. “Nesta fase, D. Mário vai nomear o Tribunal Eclesiástico que recolherá os depoimentos juramentados sobre as virtudes do candidato. Simultaneamente será nomeada a Comissão Histórica que vai reunir todos os documentos relativos à vida de Frei Bruno e também será constituída uma comissão para juntar e analisar os possíveis milagres de Frei Bruno”, explicou Frei Estêvão Ottenbreit, Vigário Provincial e Vice-postulador da Causa.

Segundo Frei Estêvão, ainda não foi definida uma agenda dos próximos passos a serem dados. “Deverei me encontrar com D. Mário durante a Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro, para definir a data de abertura deste Processo Canônico sobre a vida, virtudes e fama de santidade de Frei Bruno Linden”, explicou Frei Estêvão.

Para a Província da Imaculada Conceição, que neste 15 de julho celebra 338 anos de fundação, a notícia não poderia ser melhor, como explica o Ministro Provincial Frei Fidêncio Vanboemmel: “A primeira coisa que me veio à mente foi: ‘que belo presente de aniversário a nossa Província recebeu hoje na festa franciscana de São Boaventura de Bagnoregio e na festa dos 338 anos de sua fundação’. E a história construída por vidas exemplares, como Santo Antônio de San’Ana Galvão e Frei Bruno. Já, ontem à tarde, celebrando a Santa Missa no Mosteiro da Luz, junto ao túmulo de Santo Antônio de Sant’Ana Galvão, o primeiro frade canonizado da nossa Província, ao término da celebração pedi aos fiéis presentes que todos rezássemos uma Ave-Maria à Mãe Imaculada, nossa Padroeira, pelo bom êxito da causa da Beatificação de Frei Bruno Linden”, informou Frei Fidêncio.

“Este ‘sinal verde’ nos enche de alegria porque, como Província, podemos finalmente dar uma resposta ao grande clamor do povo que, insistentemente, nos pede a beatificação do ‘santo’ Frei Bruno. Este clamor popular vem de longa data. A prova mais evidente desta manifestação popular é a Romaria Penitencial em honra a Frei Bruno que acontece na cidade de Joaçaba, local da sua sepultura, desde 1987. Faça sol ou faça chuva, a cada ano que passa o clamor popular é mais vibrante e a devoção cresce sensivelmente!”, recorda o Ministro Provincial.

Segundo o Ministro Provincial, com a vinda do bispo Dom Mário Marquez a Joaçaba, em 2010, a Província Franciscana da Imaculada Conceição, em comunhão com a Diocese de Joaçaba e grupos de leigos das cidades catarinenses de Rodeio, Xaxim e Joaçaba puderam finalmente se unir dar os devidos encaminhamentos junto à Postulação para a causa dos santos, na Cúria Geral da Ordem dos Frades Menores, em Roma.

“Portanto, esse momento é para todos nós a esperança de uma arrancada que, certamente, terá um final feliz!”, acredita Frei Fidêncio.

Para o Ministro Provincial, este anúncio significa que todos os preparativos que até agora foram feitos e nos quais muitas pessoas se envolveram, inclusive as valiosas orientações do Postulador da Ordem dos Frades Menores, Frei Giovangiuseppe Califano, valeram a pena!

“Sim, para nós, Frades Menores, o processo de beatificação de Frei Bruno Linden significa não apenas a exaltação da pessoa humilde que ele foi, mas o reconhecimento de todo o trabalho missionário e evangelizador que centenas de frades realizaram em comunhão com Frei Bruno nos primeiros anos de restauração da nossa Província (após 1891). Lembro aqui as palavras de São Francisco de Assis, provavelmente ditas após o martírio dos primeiros frades, que foram martirizados no Marrocos: ‘É uma grande vergonha para nós, servos de Deus, que os santos tenham feito as obras, e nós, proclamando-as, queiramos receber a glória e a honra’ (6ª Admoestação)”, explica Frei Fidêncio.



“Querer que Frei Bruno seja beatificado (e canonizado) é reconhecer nele a importância do peregrinar apostólico em espírito de pobreza e humildade, de sermos austeros e disciplinados na vida de oração, de jamais medirmos esforços para atender as pessoas, principalmente aquelas que mais necessitam da nossa misericórdia”, completa o Ministro Provincial.

fonte: franciscanos.org.br