PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Dia da Saudade #30 de janeiro


Quando sentimos falta não significa que deixamos de viver em nós para vivermos no outro (a), significa que a outra pessoa passou a ter grande importância, que aprendemos que em nós existe falta, que não somos completos, que precisamos das pessoas, que também as completamos com nosso amor. Sentir saudade é uma lembrança boa que o tempo levou, mas que ficou gravado na mente emocional de cada um de nós.

Lembro-me de uma aula de psicanálise onde o professor falou que “saudade é o protesto do desejo por algo que se tinha e que não se tem mais” (Dr. Edmar Jacintho). Está aí um ótimo conceito dessa palavra que faz parte do caminho de qualquer pessoa. O desejo quer, o tempo levou… porém, a experiência real e concreta marcou para sempre dois corações. E isso o tempo não pode levar e nem apagar…

Frase para refletir:
“Não importa se você está perto ou longe, o que importa é que você existe para que eu possa sentir sua falta” (Anônimo).

Frei Paulo Sérgio, OFM
franciscanos.org.br



 Essa palavra existe apenas na língua  portuguesa e galega e serve para definir o  sentimento de falta de alguém
 ou de algum    lugar.