PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

MUITA MODA E POUCOS MODELOS



Vivemos uma época em que estamos carentes de modelos. E não faço esta afirmação de modo moralista, dizendo que “antigamente sim era bom, havia mais respeito, mais honestidade, mais fé”. 


Não... Digo isto pensando nos valores que permeiam a vida contemporânea, no modo pelo qual somos treinados para observar e apreender a realidade. 

E quer saber qual é este modo? Basta vermos cinco minutos de televisão, ou passearmos apenas por uma das galerias de qualquer Shoppingcenter. 

Estamos no mundo do veloz, do brilhante, do colorido, do passageiro, do descartável, da sede pelo novo, pelo mais atualizado, conforme os Titãs satirizam quando cantam: “A melhor banda de todos os tempos da última semana. O melhor disco brasileiro de música americana”. 

E neste turbilhão de informações, onde o que era ontem já não é mais hoje, onde o orkut é colocado de escanteio pelo facebook – e este que fique com as barbas de molho para não ser lançado longe logo – temos dificuldade em contemplar aquilo que não passa, que pode nos orientar, nos apresentar o caminho da felicidade e do equilíbrio. 

É um desafio, mas na qualidade cristãos precisamos encarar esta lógica com muito senso crítico, não embarcando facilmente em qualquer canoa furada, na onda do momento. Peçamos a Deus o dom e a força de sabermos remar contra a corrente o tanto que for necessário.

Frei Gustavo Medella, OFM