PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

quinta-feira, 27 de junho de 2013

A VIDA NA FEIRA E A FEIRA NA VIDA


Olha a laranja docinha, é o mel da laranja, aqui na minha mão. Aproveita freguesa, pode chegar freguês, é o luxo do tomate, falei... Olha a pamonha de Piracicaba... Tenho quase certeza de que você já foi à feira ao menos uma vez na vida. Isso se não vai toda a semana. 

E sabe que a feira tem muita coisa para nos ensinar? A primeira delas é que, apesar de ser um ambiente de concorrência, é também um lugar de colaboração. 

Banana, por exemplo, você encontra em muitas bancas e, se por acaso acabar em uma delas, o feirante aponta a barraca do vizinho, onde você vai conseguir comprar. Há muitas barracas de produtos específicos, flores, temperos, guloseimas, mas também existem diversas que vendem as mesmas mercadorias. 

Tem espaço para todo mundo e, ao que parece, ninguém tem a preocupação de ser o único dono do espaço. A feira é o lugar de todos, onde muita gente se esforça para ganhar a vida e garantir o sustento honestamente. 

Podemos aprender na feira uma lição de convivência. Não precisamos viver concorrendo o tempo inteiro. O importante que façamos o melhor a nosso alcance, sem muita preocupação em suplantar os outros. 

Assim nos sentimos mais leves, menos tensos e preocupados com o que estão pensando de nós. Vamos à rua, vamos à feira, vamos à vida, sem medo de concorrência e sem ânsia de concorrer.