PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Eu sou o Pão da Vida

18º Domingo do Tempo Comum
São Joao Maria Vianney – padroeiro dos sacerdotes
Vocação aos ministérios ordenados: bispos, sacerdotes e diáconos

A todos os que nos acompanham com carinho aqui pela Tv Franciscanos, desejamos de coração: Paz e Bem!
Começo de mais um mês, o oitavo deste ano e dentro do calendário civil e religioso, um mês todo especial. É o mês dos pais, é o mês das vocações, da família, dos religiosos, dos leigos, enfim, um mês para nos unirmos e lembrarmos mais com atenção daqueles que e daquelas que abraçam sua vocação com amor e fidelidade.
            Antes de falar do evangelho deste fim de semana, gostaria apenas de citar o santo que celebramos nestes dias: João Maria Vianney, ou mais conhecido como Cura d´Ars. Relembro este homem, porque ele marcou uma cidade, marcou a vida de muitas pessoas, simplesmente pelo fato de testemunhar com a vida aquilo que ele acreditava. Simples, quase iletrado, ordenado sacerdote por misericórdia, se tornou o modelo de como devem ser os sacerdotes: amantes da Eucaristia, do Evangelho e do senhor Jesus Cristo. É justamente por isso, que lembramos neste domingo da vocação sacerdotal. Reze por seu pároco, pelo seu bispo, seja você leigo, uma força e apoio na sua comunidade.
            E nada melhor, do que neste domingo, nos depararmos com o evangelho em que o próprio Cristo se declara pão da vida. O contexto é o da multiplicação dos pães, em que muitos haviam saciado sua fome física e agora o buscavam sempre mais, como o homem que sacia a fome. Jesus não perde tempo, e declara ser ele mesmo o Pão maior, o pão que dá vida e que sacia a fome de sentido, de respostas, à fome que o homem sempre teve de Deus. E mais, segundo a sua mesma afirmação, quem come deste pão viverá eternamente, pois afinal, é este o pão que dá vida ao mundo.
            Num contexto sempre maior de desumanização, de dessacralização, nós cristãos, somos chamados a testemunhar, a falar e reafirmar que este pão continua sendo dado para a vida do mundo, continua sendo anunciado e testemunhado nos quatro cantos da terra, e que, existe a possibilidade de sermos com Ele, fazermos este mundo ser melhor.
            Tenho certeza que o cura d´Ars entendeu muito bem estas palavras de Jesus. Peçamos que ele nos ensine sempre mais a testemunhar com nossos gestos e nossa vida aquilo que cremos.
            Que o Senhor nos abençoe sempre mais!