PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Sentido da Vida

“Aquilo que na vida tem sentido, mesmo sendo qualquer coisa de mínimo, prima sobre algo de grande, porém isento de sentido” (C. G. Jung).

O termo sentido pode ser um substantivo, um adjetivo ou até uma interjeição. Como substantivo pode ser uma das formas de receber as sensações que nos advém do mundo exterior, um significado, uma explicação, uma acepção ou uma orientação. Jung fala do sentido da vida, ou seja, daquilo que vale a pena, que dá gosto, que tem sabor… Se nossa existência é grandiosa, mesmo na simplicidade e no anonimato, será valiosa e saborosa!

O amor é o sentimento mais profundo e mais divino que trazemos em nós. Ele será sempre o combustível para encontrarmos o sentido de nossos afazeres, de nosso cotidiano, de nosso trabalhos, de nossos sonhos… Uma vida sem sentido leva as pessoas à depressão e à tantas patologias psíquicas que trazem sofrimento, frieza, rigidez. Somente o calor do amor pode aquecer os corações gelados e trazer luz para as almas tíbias…

Tenha uma abençoado e iluminado fim de semana. Que o amor seja a base e o fundamento de seus sentimentos!