PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

terça-feira, 1 de maio de 2012

Retiro dos benfeitores 2012!


Nem a chuva fina e nem o frio do outono em Agudos tiraram a animação das quase 120 pessoas que estão reunidas desde a tarde de sábado (28) no Seminário Santo Antônio, em Agudos/SP. 

Muitos vieram de longe (Santa Catarina, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro), outros de cidades mais próximas (estado de São Paulo): a acolhida carinhosa e a dedicação dos Frades e funcionários do Seminário não deixou ninguém se abater pelo cansaço. Na programação de sábado à noite, após a acomodação de todos nos quartos, dirigiram-se para a igreja para a adoração ao Santíssimo, conduzida por Frei Alvaci Mendes da Luz. A adoração serenou os corações e as mentes, introduzindo a todos para a jornada de três dias que se iniciava.

No Domingo pela manhã, ao som do violino e das vozes dos Freis, o despertar foi sereno e já prenunciava os momentos de profundidade que todos iriam vivenciar. Em seguida, os participantes uniram-se à comunidade local para a celebração da missa, presidida por Frei Vitorio Mazzuco, que foi o palestrante da manhã, abordando o tema: Identidade Humana e Franciscana. Frei Vitorio iniciou sua reflexão com o canto “Doce é Sentir”, por ser uma das mais expressivas canções franciscanas.

Acerca da identidade humana franciscana, explicou que esta constitui-se num modo de viver dentro da vida e que Francisco é o modelo referencial do humano e Cristo é o projeto de existir do Pai encarnado no mundo. Afirmou ainda que “o modo de existir franciscano é escandalosamente diferente: ser franciscano é uma outra forma de viver esta bela aventura do humano, é um sonho entre nós”. E acrescentou: “o franciscanismo é hoje a memória subversiva de um outro modo de vida”. Francisco inspirou-nos como leigos comprometidos com a comunidade e com a vida. A figura do leigo franciscano é decisivo para a Igreja. Finalmente, Frei Vitorio concluiu que a identidade humana franciscana constitui-se em respirar o Espírito Sagrado que existe em tudo. Deus está em tudo! Abordou seis sentidos que puxam a vida harmonicamente: emocional, sentimental, mental, corporal, sexual e espiritual.

Após o almoço, todos foram convidados a visitar o museu e demais dependências do Seminário, que em todos os cantos revela a presença de Deus.

Às 15h, o grupo retornou para a continuidade da reflexão com Frei Vitorio, com o tema: Virtudes a partir da espiritualidade franciscana. Iniciou afirmando que “a grandiosidade da vida, do mundo e das pessoas só é dada para quem tem olhos para a beleza: é o brilho das coisas e das pessoas. O que faz a pessoa bonita é a bondade e o que faz o mundo bonito é a bondade esparramada por todos os lados”. A seguir, refletiu sobre cada uma das virtudes que contribuem para o espírito franciscano: benignidade, brandura, caridade, ciência, confiança, conselho, coragem, cortesia, cuidado, diálogo, disciplina, discipulado, esperança, fé, fidelidade, fraternidade, generosidade, gentileza, gratidão, heroísmo, humildade, itinerância, justiça, lealdade, longenimidade, minoridade, modéstia, obediência, paciência, paz, perseverança, piedade, pureza de coração, prazerosidade, prudência, reverência, respeito, sabedoria, segredo, sensibilidade, serviçal, simplicidade, solidariedade, temperança e união.

Ao final da tarde de Domingo, todos se reuniram para a procissão das luzes e o Terço da Coroa Franciscana, que medita as 7 alegrias de Maria. A imagem de Nossa Senhora Aparecida foi conduzida durante a oração pelos fieis pelos corredores do Seminário. Após a janta, o grupo reuniu-se no Salão Nobre para assistir ao filme ‘Francisco de Assis’, encerrando a jornada de Domingo de forma emocionante para os benfeitores.

Frei Alvaci Mendes da Luz
Leonardo Contin da Costa
Lisete Contin
Maria do Carmo Perfetto