PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

sexta-feira, 30 de março de 2012

Domingo de Ramos - Reflexão do Evangelho

Seja um Benfeitor(a) http://goo.gl/rEzHC ..garanta que todos os projetos sociais, devocionais e missionários, que são mantidos pelos franciscanos continuem a ser realizados..

quarta-feira, 28 de março de 2012

A ALEGRIA FRANCISCANA!


Ao se perpassar a vida de Francisco, mesmo nos momentos mais críticos, nos sofrimentos intensos, nas crises mais profundas e nas provações mais angustiantes, desfruta ele de uma inexplicável alegria interior,embora com o coração triturado pelas tribulações. O segredo deste vigor está no seu relacionamento com o Criador, pois Deus é a alegria: “Tu és a nossa alegria”.
Após sua conversão, o jovem Francisco foi se dar conta que a felicidade, a realização humana e cristã, a verdadeira alegria, não se apóia na efemeridade do prestígio, na glória do poder passageiro ou na transitoriedade da fama. Tudo isso é fugaz que não passa de vaidade das vaidades, acobertado por uma falsa alegria: “não está aqui a perfeita alegria”.
O Pobrezinho de Assis encontra no leproso a pedra de toque que o levou a mudar os rumos da caminhada e o sentido da vida. Diz ele textualmente, após esta experiência com os leprosos: “encontrei a doçura de alma e de corpo”. Sim. Sua alegria se efetiva na convivência com os infelizes e com os sofredores. Por isso, sua insistência com a fraternidade: “Devem os irmãos alegrar-se quando se encontram entre gente vulgar e desprezível...”.
E o Cântico do Sol ou Cântico das Criaturas não é senão um jubiloso hino à alegria pelo universo criado. As criaturas que povoam esta terra são a alegria do mundo. Aliás, o Poverello vai mais longe, ao decantar a própria morte, pois nesta passagem derradeira para o Pai sente o coração inundado de alegria com a proximidade da “irmã morte, a porta que se abre para Deus”. Daí, faz uma celebração festiva neste encontro com o Pai e assim poder entrar definitivamente na alegria pascal.
Em vida, Francisco preocupava-se com os irmãos na maneira de andarem pelo mundo: “Não se mostrem tristes e abatidos... mas alegres no Senhor...”.
Podemos também imaginar seu coração, quando da ruptura com o pai terreno, embora tomado pela dor, pronunciar, irradiante de alegria: “Agora, sim, posso dizer: Meu Pai que estais no céu”. Por quê? Porque livre e sem amarras à família carnal, é “o arauto do grande Rei” e só a ele pertence e só a ele toda glória e louvor.
Ao descobrir sua vocação e missão “exultando de alegria no Espírito do Senhor, exclama logo: é isto mesmo que eu quero, procuro e desejo de todo o coração”. Logo, Francisco é uma criatura cheia de Deus e transbordante de alegria.
O pobre de Assis antevia a possibilidade de um mundo fraterno e solidário neste entrelaçamento entre criaturas e Criador, podendo assim, neste convívio, celebrar a paz e alegria de um mundo renovado.

São Francisco: de Assis e de nossa vida - Cap. XI - O Encontro com os irmãos

PEDIDOS DE INTENÇÕES PARA A SANTA MISSA: CLIQUE AQUI! 


quarta-feira, 21 de março de 2012

Mensagem do Ministro Geral Franciscano, visando à JMJ no Rio de Janeiro

O Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores, Frei José Rodríguez Carballo, envia carta a todos os provinciais, custódios e presidentes das Conferências da Ordem Franciscana pedindo iniciativas urgentes visando à Jornada Mundial da Juventude, que se realizará em 2013, no Rio de Janeiro.
Clique no link ao lado para ler toda a Mensagem:  Carta do Ministro Geral

Compartilhe com os amigos! Paz e Bem a todos!

PEDIDOS DE INTENÇÕES PARA A SANTA MISSA: CLIQUE AQUI!

segunda-feira, 19 de março de 2012

Especial - São José, esposo da Virgem Maria

Salve São José!

Dia 19/03
Festa de São José
Esposo da Virgem Maria
Padroeiro da Igreja Universal
José, que significa “Deus acrescente”, é um nome bastante comum em Israel. Diversos personagens importantes da história bíblica tem esse nome. O mais importante no antigo testamento, é o filho de Jacó com Raquel; no novo Testamento, é o marido de Maria, mãe de Jesus.
Seu pai, segundo Mateus, se chama Jacó; segundo Lucas, Eli. Sendo marido de Maria, aos olhos de seus compatriotas, é também o pai de Jesus. Era descendente de Davi.
O fato de não querer repudiar publicamente Maria, quando esta engravidou sem sua participação, pois ainda eram noivos – uma adultera devia ser apedrejada – demonstra que ele era um homem justo.
A literatura apócrifa o apresenta como um homem maduro e mesmo viúvo quando se casou com Maria. Os evangelhos porem, não trazem nenhuma informação sobre a sua idade e seu estado civil anterior.
Provavelmente esta tradição surgiu na tentativa de explicar porque José desaparece de cena e nunca é mencionado nas narrativas da vida pública de Jesus. Ele teria morrido enquanto Jesus ainda vivia com eles em Nazaré, razão pela qual é venerado como patrono da boa morte.
Muitas casas religiosas e obras eclesiais são dedicadas a ele, protetor de Jesus, chefe da Sagrada Família e bom administrador dos seus parcos bens, advindos de sua humilde profissão de carpinteiro ou marceneiro. Pio XII o fez patrono e modelo dos trabalhadores e João XXIII o declarou patrono da Igreja Universal.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Para refletir!

Um jumentinho, voltando para sua casa, todo contente, fala para sua mãe:

- Fui a uma cidade, e quando lá cheguei, fui aplaudido, a multidão gritava alegre, estendia seus mantos pelo chão... Todos, estavam contentes com minha presença. Sua mãe questionou se ele estava só e o burrinho disse: -Não, estava levando um homem com o nome de Jesus.

Então, sua mãe falou:
-Filho, volte a essa cidade, mas agora sozinho.
Então o burrinho respondeu:
- Quando eu tiver uma oportunidade, voltarei lá...
Quando retornou a essa cidade sozinho, todos que passavam por ele, fizeram o inverso, maltratavam, xingavam e até mesmo batiam nele.
Voltando para sua casa, disse para sua mãe:
- Estou triste, pois nada aconteceu comigo. Nem palmas, nem mantos, nem honra... Só apanhei, fui xingado e maltratado. Eles não me reconheceram, mamãe...
Indignado o burrinho disse a sua mãe:
- Porque isso aconteceu comigo?
Sua mãe respondeu:

- Meu filho querido, você sem JESUS é só um jumento...

quarta-feira, 7 de março de 2012

Creaturas de Deus..

"Crear é a manifestação da essência em forma de existência, enquanto que Criar é a transição de uma existência para outra existência".
 http://www.pvf.com.br/

Crear versus Criar?

     No início de todos os livros, existe uma advertência para o uso da palavra Crear (Deus é o creador do Universo) ao invés de Criar (José é criador de gado). "Crear é a manifestação da essência em forma de existência, enquanto que Criar é a transição de uma existência para outra existência".

     Comentário: Em filosofia e em outras áreas do conhecimento, existem termos que lhe são próprios. É o exemplo de physis, logos, arche, entre outros.          Outros exemplos podem ser vistos em Paideia. Mas, são termos usados em textos próprios da área.
     A aplicação de termos diferentes em textos de divulgação pode causar involuntariamente a impressão de revelação de algo oculto, como se os próprios filósofos já não soubessem disso, ou houvesse conspiração para esconder isso do público.
     Usar o mesmo termo para designar coisas diferentes não é um problema, pois todos os idiomas possuem palavras que podem significar várias coisas.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Demonstração de Fé na Romaria de Frei Bruno


Joaçaba (SC) – O Postulador da Causa dos Santos da Ordem Franciscana, o italiano Frei Giovangiuseppe Califano, começou a fazer os primeiros contatos com os catarinenses que trabalham pelo processo de canonização de Frei Bruno... http://www.pvf.com.br/?p=1428

sexta-feira, 2 de março de 2012

II - Domingo da Quaresma - Reflexão do Evangelho

Retiro Franciscano no Seminário Santo Antônio!



INFORMAÇÕES RETIRO FRANCISCANO 2012

Caro(a) benfeitor(a)!

Seguem algumas orientações sobre o "Retiro Franciscano do Pró-Vocações", no Seminário Santo Antônio em Agudos (SP):
Venha viver conosco momentos de alegria e de partilha da espiritualidade franciscana!
As inscrições já estão abertas! A confirmação de sua participação será realizada após o pagamento ou mediante confirmação do pagamento integral da reserva via telefone.
O Retiro acontecerá dos dias 28 de abril até o dia 1º de maio, com chegada prevista para dia 28 (sábado) a noite e saída no dia 1º (feriado) pela manhã.
Aguardamos sua presença!
Um abraço;

LOCAIS PARA INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES:

Paróquia Porciúncula de Santana
Niterói - RJ
(21) 2711.2499
Inscrições falar com Célia
(21) 2612.1903

Paróquia Santa Inês
Balneário Camboriú - SC
(47) 3367.0847
Inscrições falar com Ivone
(47) 3361.0996

Santuário Divino Espírito Santo
Vila Velha - ES
(27) 3329.1266

Pró-Vocações e Missões Franciscanas
São Paulo - SP
(11) 3291.2416