PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Proclamação do “Decálogo de Assis para a Paz!"



Em 24 de janeiro de 2002, ao terminar o Dia de Oração pela Paz no Mundo, os chefes religiosos presentes em Assis, a convite de João Paulo II, proclamaram o seguinte compromisso a que se deu o nome de “Decálogo de Assis para a Paz”:









1. Comprometemo-nos a proclamar a nossa firme convicção de que a violência e o terrorismo estão em oposição com o verdadeiro espírito religioso e, ao condenar qualquer recurso à violência e à guerra em nome de Deus ou da religião, empenhamo-nos em fazer tudo o que for possível para desenraizar as causas do terrorismo.


2. Comprometemo-nos a educar as pessoas no respeito e na estima recíprocos, a fim de poder alcançar uma coexistência pacífica e solidária entre os membros de etnias, culturas e religiões diferentes.


3. Comprometemo-nos a promover a cultura do diálogo, para que se desenvolvam a compreensão e a confiança recíprocas entre os indivíduos e entre os povos, pois são estas as condições para uma paz autêntica.


4. Comprometemo-nos a defender o direito de todas as pessoas humanas de levar uma existência digna, conforme com a sua identidade cultural, e de fundar livremente uma família que lhe seja própria.


5. Comprometemo-nos a dialogar com sinceridade e paciência, não considerando o que nos divide como um muro insuperável, mas, ao contrário, reconhecendo que o confronto com a diversidade do próximo pode tornar-se uma ocasião de maior compreensão recíproca.


6. Comprometemo-nos a perdoar-nos reciprocamente os erros e os preconceitos do passado e do presente, e a apoiar-nos no esforço comum para vencer o egoísmo e o abuso, o ódio e a violência, e para aprender do passado que a paz sem justiça não é uma paz verdadeira.


7. Comprometemo-nos a estar da parte de quantos sofrem devido à miséria e ao abandono, fazendo-nos a voz dos que não têm voz e empenhando-nos concretamente para sair de tais situações, convictos de que, sozinhos, ninguém pode ser feliz.


8. Comprometemo-nos a fazer nosso o brado de todos os que não se resignam à violência e ao mal, e desejamos contribuir com todos os nossos esforços para dar à humanidade do nosso tempo uma real esperança de justiça e de paz.


9. Comprometemo-nos a encorajar qualquer iniciativa que promova a amizade entre os povos, convictos de que, se não há um entendimento solidário entre os povos, o progresso tecnológico expõe o mundo a riscos crescentes de destruição e de morte.


10. Comprometemo-nos a pedir aos responsáveis das nações que façam todos os esforços possíveis para que, quer a nível nacional quer internacional, seja edificado e consolidado um mundo de solidariedade e de paz fundado na justiça.

Assis, 24 de Janeiro de 2002


domingo, 23 de outubro de 2011

Tríduo e festa de Frei Galvão na paróquia São Francisco!

Convento São Francisco celebra seu frade mais ilustre: Santo Antônio de Sant'Ana Galvão!

Festa começa com tríduo neste sábado, 22, no Largo São Francisco
São Paulo (SP) - O tradicional Convento São Francisco, no Largo São Francisco, vai lembrar com solenidade o seu mais ilustre morador por mais de 60 anos: Frei Galvão. Durante 60 anos, o frade franciscano teve como residência fixa o Convento, mesmo quando ajudou a fundar e a construir o Mosteiro da Luz. Frei Galvão faleceu no dia 23 de dezembro de 1822 e foi beatificado no dia 25 de outubro de 1998 e canonizado no dia 11 de maio de 2007. Liturgicamente, ele é celebrado no dia 25 de outubro.

"Para nós e para nossa comunidade e cidade, ele é de extremo significado porque aqui ele viveu, aqui ele cuidou do seu amor a Deus e ao próximo, aqui ele se santificou", explica o guardião e reitor do Convento, Frei Salésio Hillesheim.

Sua festa, contudo, será precedida por um tríduo. No dia 22, na missa das 10h30, haverá a presença especial do Pe. Antônio Alexandre; no dia 23, também na missa das 10h30, de D. Odilo Scherer e, no dia 24, na missa das 12 horas, Pe. Aberio Christe.

No dia 25, as missas serão celebradas nos horários de 7h30, 8h30, 10h30, 12h, 15h e 18h30. Durante o tríduo, e também no dia 25, serão distribuídas as pílulas e haverá amplo serviço de venda de artigos religiosos, pães, pão de mel e produtos de artesanato. No dia 25, haverá o bolo de Santo Antônio de Sant'Ana Galvão.

No sábado, dia 22, às 13 horas, haverá também, na igreja, a apresentação do Conjunto Vocal “Voz Ativa Madrigal” que interpretará Obras Corais de Franz Liszt. A entrada é franca.
Mais informações: Convento São Francisco: (11) 3291-2400/2415