PESQUISAR TEMAS E ARQUIVOS DO BLOG

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Campanha do PVF em Sorocaba!

Nos dias 19, 20 e 21 deste mês a Equipe do Pró-Vocações e Missões Franciscanas marcou presença na Paróquia São Francisco de Assis, Sorocaba – SP. A paróquia é atendida pelos frades da Província Franciscana da Imaculada Conceição e ao longo de sua história sempre foi explícito o carinho deste povo para com os frades e com São Francisco de Assis.
Através de reunião com lideranças, visitas nas comunidades, celebrações eucarísticas e divulgação da missão do PVF os paroquianos se sensibilizaram com a responsabilidade que possuem no que diz respeito a manter vivo na Igreja o despertar e acolhimento das vocações e o cuidado em dar continuidade ao processo de formação dos jovens seminaristas, muitos foram os que se mostraram dispostos a assumir este compromisso com generosidade e doação.
O ponto forte desta visita deu-se na manhã do domingo do dia 21, quando foi celebrada a missa de Cristo Rei do Universo no parque dos Espanhóis, todas as comunidades marcaram presença com alegria e muita devoção. Na reflexão frei Alvaci recordou umas das motivações da celebração o dia do leigo e da leiga e reforçou a importância dessa vocação na vida da Igreja e na vida das demais vocações, pois o leigo pela sua força e atuação sustenta a Igreja seja através de sua oração ou através de sua ação.
Fica o agradecimento a Fraternidade Bom Jesus, ao pároco Frei Cid Tadeu e de modo especial ao povo sorocabano que sempre esteve próximo dos frades franciscanos oferecendo novas vocações, rezando por elas e mantendo viva a espiritualidade Franciscana.

Pró-Vocações e Missões Franciscanas

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Saudação Franciscana

A saudação franciscana de "Paz e Bem" tem sua origem na descoberta e na vocação do envio dos discípulos, que São Francisco descobriu no Evangelho e, que ele colocou na Regra dos Frades Menores - "o modo de ir pelo mundo". Lucas (10,5) fala na saudação "A paz esteja nesta casa", e Francisco acrescenta que a saudação deve ser dada a todas as pessoas que os frades encontrarem pelo caminho: "O Senhor vos dê a paz".
No seu Testamento, Francisco revela que recebeu do Senhor mesmo esta saudação. Portanto, ela faz parte de sua inspiração original de vida: anunciar a paz. Muito antes de São Francisco, o Mestre Rufino (bispo de Assis, na época em que Francisco nasceu), já escrevera um tratado, "De Bono Pacis" - "O Bem da paz" e, que certamente deve ter influenciado a mística da paz na região de Assis. Haviam, então, diferentes formas de saudação da paz, entre elas a de "Paz e Bem".

A paz interior como fundamento da paz exteriorNa Legenda dos três companheiros (58), São Francisco dá para seus frades, o significado único para a paz:"A paz que anunciais com a boca, mais deveis tê-la em vossos corações. Ninguém seja por vós provocado à ira ou ao escândalo, mas todos por vossa mansidão sejam levados à paz, a benignidade e à concórdia. Pois é para isso que fomos chamados: para curar os feridos, reanimar os abatidos e trazer de volta os que estão no erro".
Trata-se da paz do coração que conquistaram. Francisco exorta seus frades a anunciar a paz e a testemunhá-la com doçura, porque este é o único caminho de comunicação para atrair todos os homens para a verdadeira paz, a bondade e a concórdia.
A saudação da paz, como primeira palavra que os frades dirigem aos outros, tem o objetivo de abrir os corações à paz, isto é, à força espiritual interior: a paz interior da bem-aventurança e a paz proclamada e dirigida a todos, constituem uma única e mesma realidade.

O Bem da paz - o "Sumo Bem"Deus Sumo Bem é a experiência fundamental de Francisco, o ponto de partida de sua espiritualidade. Nela se fundamenta a vida franciscana como resposta de amor, configurando o amado ao Amor. Portanto, "Bem" é Deus-Amor, é a caridade.
Deus, o Sumo Bem, chamou a todos a participarem do seu Ser, não no sentido de "soma de todos os bens divinos", mas Deus, enquanto "bem único". Por isso, a atitude típica de São Francisco é o êxtase adorante e a decisão de estar sempre a serviço deste Deus; um serviço que nasce da alegria da gratidão. É a atitude que projeta em Deus a completude de si mesmo, que leva a renúncia a tudo, até à posse de Deus. Francisco descobre neste "vazio", a presença de Deus, unicamente como "dom".
E é justamente este o sentido da resposta humana, a da conversão ao Bem, ao "Sumo Bem": aceitar Deus como centro absoluto da própria existência, e inserir-se no seu projeto tornando-se seu colaborador. Desta experiência nasce a "doçura", que enche a vida de Francisco, a sua necessidade de entregar tudo a Deus (pobreza), de render-lhe graças e louvá-lo sem cessar. Desta experiência nasce também a confiança de tudo arriscar, sabendo que Deus não o deixará desamparado.

"Paz e Bem" - A paz se constrói pela caridadePortanto, a saudação franciscana de "Paz e Bem" é um programa de vida, é uma forma evangélica de viver o espírito das bem-aventuranças. Nestas duas pequenas palavras se esconde um dinamismo e uma provocação: saudar alguém com "Paz e Bem" é o mesmo que dizer: o amor de Deus que trago em meu ser, é a mesma pessoa que reconheço nos outros e no mundo e, por causa dEle, devemos viver a caridade - o Bem - entre nós.
Daí que, a paz só se constrói por meio da caridade (o Bem), porque a caridade é "forte como a morte" (ct 8,6); à qual ninguém resiste e, quando vem, mata o mal que fomos para que sejamos outro bem. A caridade gera a paz. A caridade está na paz assim como o espírito da vida está no corpo. A caridade sozinha mantém firmemente unidos na paz os filhos da Igreja; faltando a caridade, esta paz se dissolve. A caridade vivifica os membros de Cristo, os une e os faz estar em harmonia num só corpo. Ela é como um cabo, em cuja parte superior foi aplicado um gancho que liga a divindade à humanidade, o cordão que o senhor colocou na terra e com o qual ergueu o homem para o céu" (Mestre Rufino).

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Participe! 25 anos do PVF!

Estimados benfeitores e amigos do Pró-Vocações e Missões Franciscanas
Paz e Bem!
Passamos mais um ano juntos, 2010 se aproxima do fim. Quantas coisas construimos com você este ano: encontros, retiros, campanhas, dia com Maria e Frei Galvão, e, acima de tudo seu gesto de amor ajudou na formação de tantos jovens que querem continuar a busca do reino de Deus no meio dos homens a exemplo de Francisco e Clara de Assis.
Nossa ação de graças é dirigida à Deus pelo dom da sua vida e de podermos contar cada dia com a sua solidariedade. Não nos cansamos de dizer que somos uma grande fraternidade: a família dos benfeitores e amigos dos franciscanos, e mais, não nos cansamos de dizer que você faz parte desta família como nosso irmão, irmã, amigo, pai e mãe, filho e filha, padrinho e madrinha, avô e avó. Esta grande fraternidade nos une a todos.
Já às portas de 2011 nossa alegria ainda é maior, sabe porque? Porque no próximo ano estaremos celebrando o nosso jubileu de prata, os 25 anos de nossa família “Pró-Vocações e Missões Franciscanas”.
Quanta história construímos juntos, quantos jovens ajudamos a formar, quantas vocações franciscanas contaram com seu apoio, quantos missionários em Angola ou em diversas partes do mundo foram ajudados por você, enfim, desde aquele ano de 1976 em que tudo começou pela iniciativa de um frade e de alguns leigos já se passaram 25 anos.
E para celebrar esta festa estamos nos organizando para que 2011 seja um ano inteiro dedicado aos nossos benfeitores e amigos, afinal de contas, o Pró-Vocações não existe sem você e sem a sua participação. Deste modo iremos promover durante o ano todo: retiros, encontros por estados, dias com Maria e Frei Galvão e organizaremos uma grande caravana de benfeitores para o Seminário Santo Antônio, na cidade de Agudos. Para que você já possa ir se organizando deixamos abaixo alguns dados (as inscrições serão abertas posteriormente):


Caravana dos Benfeitores Franciscanos
Local: Seminário Santo Antônio
Cidade: Agudos – SP
Data: 23 a 26 de junho de 2011


Queremos que você sinta que este ano é de fato especial para todos nós, queremos acima de tudo que seja um ano de ação de graças pelo que conseguimos juntos e pelos religiosos e sacerdotes que ajudamos a formar nestes 25 anos de história.
Por isso, queremos que você se mobilize: participe de nossas campanhas e encontros que serão promovidos na sua região, convide amigos e conhecidos para também serem benfeitores, para participarem de nossa caravana e para ajudarem ainda mais a nossa família a crescer. Contamos com você para que o nosso ano jubilar seja verdadeiramente especial para todos nós.
Que São Francisco e Santa Clara de Assis que nos tem abençoado durante estes 25 anos, continuem derramando sobre cada um de nós e especialmente sobre você e sua família, todas as bênçãos e graças que vem do céu.
Com estima franciscana;


Pela equipe do Pró-Vocações e Missões Franciscanas
Frei Atílio Abati, OFM
Frei Alvaci Mendes da Luz, OFM

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

A Criação!

Ao se falar em Francisco de Assis, liga-se logo o seu nome ao conceito de confraternização universal e harmonia com a natureza. Pois o simples fato de ver ele em tudo o reflexo da mão criadora e a constatar a comunhão existente com os seres, como revelação da bondade e da generosidade de Deus, sente-se arrebatado pelo deslumbramento e extasiado diante da imensidão deste espelho, o universo, a refletir um mundo vivo a falar de Deus aos homens, daí, Francisco não se contem e exclama: “Louvado sejas, meu Senhor, por todas as tuas criaturas”.
Em simplesmente “contemplar o sol, a lua e as estrelas do firmamento”, Francisco encantado, degusta a doçura e a beleza deste Artífice que tudo criou por amor. A existência do vento refrescante, a utilidade e fecundidade da água, a poderosa energia do fogo e a exuberante maternidade da terra, num entrelaçamento e comunhão com os homens, fá-lo prorromper em louvores: “Louvado sejas, meu Senhor”.
A beleza da criação, como expressão da bondade divina leva o Pobrezinho de Assis a uma transformação interior, irmanando-se com todas as criaturas, o livro aberto a falar das riquezas do Criador.
“Como peregrino neste mundo”, Francisco despoja-se totalmente para melhor seguir o Cristo pobre e humilde e renuncia o possuir e o dominar, para destarte estar em sintonia fraterna com tudo e com todos.
Por que sua incontida paixão por lugares ermos e solitários como Rivo-Torto, Fonte Colombo, Poggio Bustone, Greccio e Alverne? Porque ali ele encontra-se com a natureza e neste mergulho com as coisas criadas, convivendo com elas, pode saborear a fonte da vida: Deus. Nesta solidão, neste silêncio, neste clima de oração e contemplação, cercado pela natureza, embebe-se e embriaga-se da magnificência da suprema Beleza e do sumo Bem.
A criação é um reflexo da bondade divina. Transparece aqui a ação criadora, que a exemplo de Francisco, nos deveria a render graças ao Onipotente, pois vive-se numa grande irmanação com a natureza, que irradia esperança e projeta um mundo de harmonia
Diante do encanto desta sinfonia da criação, escreve São Boaventura: “É cego quem não vê os esplendores da criação. É surdo quem não desperta ante o conserto de tantas vozes. É mudo quem não louva a Deus. É tolo quem não reconhece a mão do Criador”. E continua o Santo: “É preciso abrir os olhos, soltar os lábios, para ver compreender, louvar, venerar, bendizer e glorificar a Deus”.

Frei Atílio Abati, ofm.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Convite

Caríssimos benfeitores e amigos
Paz e Bem!

É com alegria que os convido a participarem do encontro que estaremos promovendo na cidade de Niterói no próximo dia 12 de dezembro. Abaixo segue o convite com todos os dados, o encontro é voltado a todos os benfeitores das cidades de: Niterói, Petrópolis, Nilópolis, São João do Meriti e Duque de Caxias. Venha participar conosco, será um dia de oração e vivência fraterna. Seguem abaixo os dados:
Data: 12/12/2010
Horário: 09 hs
Igreja Porciúncula de Sant´Anna
Av. Roberto Silveira, 265
Icaraí - Niterói - RJ
Tel: (021) 2711-2499
Contribuição: 15 reais